CONTATO

© 2017-2019 por Novo Liceu

ACOMPANHE-NOS NAS REDES SOCIAIS
  • YouTube - Círculo Branco
  • SoundCloud - Círculo Branco
  • Facebook - Círculo Branco
  • Instagram - White Circle

O futuro de nós mesmos: A humanidade pode melhorar?

 

Muito se fala sobre o fim do mundo. Podemos encontrar inúmeros programas de televisão, sites da internet ou artigos em revistas com esse tema. Quem não se lembra do bug do milênio? Ou da profecia Maia, que determinava o fim do mundo no ano de 2012? Filmes de Hollywood foram feitos com esse tema, captando enorme audiência.

 

Porém, o sol continua nascendo e se pondo, assim como nossos relógios continuam a avançar, demonstrando-nos que assim como seus ponteiros, o tempo não para. E o fim do mundo... nada de chegar. Continuamos aqui, envolvidos com o nosso cotidiano. Acordando todos os dias, tomamos banho, comemos, trabalhamos, estudamos, ou seja, continuamos ocupados com o nosso dia-a-dia.

 

Será, portanto, que devemos parar um pouco de nos preocuparmos com um suposto fim do mundo e nos preocuparmos mais com a permanência do mesmo, incluindo a nossa própria permanência nesse planeta?

 

Afinal, já que continuamos aqui, e igualmente nosso mundo, porque não devemos então focarmos no nosso desenvolvimento enquanto espécie?

 

Aonde mais a humanidade pode chegar? O que mais ela pode conquistar? Talvez muitos digam que podemos conquistar o espaço, outros dirão que ainda devemos conquistar mais o mundo subaquático.

 

Pois bem, devo arriscar que na minha humilde opinião, deveríamos focar na conquista do bem comum. Na conquista de nossa evolução moral, ainda tão atrasada.

 

E porque “ainda tão atrasada”?

 

Porque, filosofando livremente, não podemos entender como aceitável, uma humanidade que não se preocupa com o outro tanto quanto se preocupa com si mesmo, incluindo em “outros” qualquer e todo ser vivo.

 

 

 

 

E por que não?

 

Porque inevitavelmente o outro nos afeta. Simples.

 

Porque não vivemos no absoluto vácuo, pelo contrário, fazemos parte de um grandioso e complexo ecossistema e todas as nossas ações refletem ao nosso redor e vice e versa.

 

E assim como as ações do homem refletem no planeta, as nossas ações refletem em nosso próximo e as do próximo em nós.

 

Nas pequenas ações do dia a dia, devemos buscar o melhor para nós mesmos, mas também para o próximo, pois se todos o fizerem, viveremos em um ciclo de harmonia constante.

 

Em um exemplo prático, basta imaginar como seria o trânsito, que tanto dificulta nossas vidas nas grandes cidades, se todos pensassem no bem comum. Não haveriam mais cruzamentos fechados e, por conseguinte, tantas buzinas incômodas.

 

Se pensarmos também no outro, no final, perceberemos que essa atitude volta para nós mesmos.

 

Podemos nos estender em inúmeros exemplos. Desde o lixo que jogamos nas ruas e nos mares, passando pela falta de gentileza nas ruas e no trânsito, pela educação de nossos filhos, pelo respeito aos idosos até na corrupção desenfreada que parece atolar nosso país e nas guerras tão sofridas.

 

 

Pensemos por um instante...

 

Em cada um desses tópicos, se pensássemos no outro assim como pensamos em nós mesmos, teríamos uma sociedade como temos hoje?

 

Portanto, sem pretender extinguir tão vasto tema em poucas linhas, podemos resumir o termo “bem comum” como um objetivo a ser alcançado por cada um de nós, por cada comunidade e por cada país.

 

Cobrando de nós mesmo, cobrando do próximo, cobrando de nossos governos.

E assim, que sabe, a humanidade conseguiria finalmente, ter um futuro de paz e prosperidade.

 

Onde o diferente não amedrontaria, pois cada um poderia viver em seu mundo pessoal de crenças e costumes, porque apesar de serem próprios e fazerem bem a si mesmo em primeiro lugar, eles também respeitam as crenças e costumes do próximo, formando um ciclo: O ciclo da harmonia e do bem comum.

 

 

 

Christiane Lemos Corrêa é pós-graduada em administração de empresas pela UCAM, licenciada em educação física pela UERJ, gestora e aluna do Novo Liceu.

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Cópia_de_Sem_nome.png
Posts Em Destaque

Não Esqueça desse Conhecimento se quiser se tornar um Advogado de Grandes Causas - como a hermenêutica se destaca entre os conhecimentos essenciais pa...

August 8, 2019

1/5
Please reload

Posts Recentes